LOCALIZAÇÃO PRIVILEGIADA

Aos pés da Serra do Japi, no Eloy Chaves, bairro com completa infraestrutura e facíl acesso ao centro de Jundiaí a as rodovias Bandeirantes e Anhanguera.

O Bairro Eloy Chaves surgiu nos anos 1970 com a construção dos condomínios de casas padronizadas Eloy Chaves I e Eloy Chaves II. Desde então, muita coisa mudou. Hoje é praticamente impossível reconhecer o padrão das casas. Com o passar das décadas o bairro ganhou muito em infraestrutura, pois está localizado no chamado vetor oeste de Jundiaí, região escolhida pelo plano diretor do município como principal foco de crescimento. Hoje o bairro conta com diversas padarias, varejos, papelarias, lojas de roupa, cabeleireiros, açougues, restaurantes, lanchonetes, pastelarias, loja de conveniência 24 horas, supermercados, farmácias, posto policial, terminal de ônibus, cursos de idiomas e informática variados, postos de combustível, mini shoppings, floriculturas, motel, autoescola, clínicas médicas, dentistas, caixas-eletrônicos, bancos, agência dos correios, diversas Igrejas, etc. O Parque Botânico e a proximidade são os grandes destaques do bairro onde é possível apreciar a natureza e realizar caminhadas. Além disso, está próximo ao distrito industrial onde estão empresas de grande porte, como: Coca-Cola, Sadia, Fini, Siemens, Akzo Nobel, entre outras.

TUDO QUE VOCÊ PRECISA POR PERTO

Quadro Negro
Pão Frances
Halter de Musculação
Bandeija
Saco de dinheiro
Carrinho de compras

A HISTÓRIA DA SERRA DO JAPI

A Serra do Japi é uma das maiores reservas de Mata Atlântica do estado de São Paulo. Possui 354 quilômetros quadrados de área, e altitude máxima de 1.260 metros. Faz divisa com os municípios de Jundiaí, Pirapora do Bom Jesus, Cajamar e Cabréuva. Foi tombada pelo CONDEPHAAT, através da Resolução 11 datada de 8 de março de 1993 e declarada Reserva da Biosfera pela UNESCO em 1992.

A origem de seu nome tem diversas justificativas, uma se refere a semelhança com o canto de uma pássaro (iapi, iapi), outra vem do tupi-guarani, iapy (nascente de rios). Também foi denominada de “castelo de águas” por naturalistas europeus pelo grande número de rios, córregos e cachoeiras que permeiam toda sua extensão.

A Serra do Japi constitui um ecossistema único em termos de flora e fauna, com espécies raras, fontes de água naturais e regulador do clima e qualidade de vida na região.

VISITAÇÃO A SERRA

É possível conhecer e aproveitar as belezas da Serra do Japi. Na área protegida da reserva biológica é possível realizar visitas guiadas em grupos de no máximo 15 pessoas. São cerca de 7 trilhas de 3 a 11 quilometros de distancia que devem ser agendadas no link abaixo

https://serradojapi.jundiai.sp.gov.br/educambiental/trilhas-para-educacao-ambiental/ 

Na região do Bairro Santa Clara é possível conhecer trilhas e cachoeiras que estão em áreas não protegidas. Aos finais de semana muitos montain bikers e praticantes de corrida e caminhada partem do Recanto Santa Clara (conhecido Bar do Eliseu) para as diversas trilhas da região. 

Abaixo algumas dicas de passeio. Sempre consulte sobre horários edemias informações antes de visitar

http://www.montanhasdojapi.com.br/

www.fazendaguaxinduva.com.br

http://www.japiape.com.br/